Ensino Médio

Ensino Médio 2017-03-09T15:40:21+00:00

Conteúdos de aprendizagem

Nesta direção, os conteúdos escolares não são um fim em si mesmos, mas um meio para transformação do aluno; subdivididem-se  em três dimensões: conceituais (fatos, conceitos e princípios), procedimentais (procedimentos, métodos e técnincas) e atitudinais (valores, atitudes e normas). Pretende-se, portanto, que ocorra uma relação entre aprender conhecimentos teóricos 9aprender sobre a realidade) e as questões da vida real (aprender na realidade e da realidade).

Desenvolvimento de compêtencias

Ao se trabalhar um currículo em que se objetive o desenvolvimento das competências, pretende-se levar o aluno a contruir saberes indispensáveis:

• saber agir: saber o que e por que faz; saber julgar, escolher e decidir.
• saber mobilizar recursos: saber criar sinergia e mobilizare rescursos e competências.
• saber comunicar:  saber compreender, trabalhar, transmitir informações e conhecimentos.
• saber aprender: saber trabalhar o conhecimento e a experieência, rever modelos mentairs e desenvolver-se.
• saber enganjar-se e comprometer-se: saber empreender, assumir riscos e compromete-se.
• saber assumir responsabilidades: saber ser responsável, assumindo os riscos e consequências de suas ações, e ser por isso reconhecido. Ao direcionarmos o foco do processo de ensino e aprendizagem para o desenvolvimento de competências e habilidades, de-se ressaltar que essas necessitam ser vistas em si como objetivos de ensino. É preciso, então, que a escola inclua entre suas responsabilidades e de ensinar a comparar, calssificar, analisar, discutir, descrever, opinar, julgar, fazer generalizações, analogia, diagnósticos, independentemente do conteúdo que se esteja trabalhando.

Interdisciplinaridade

A interdisciplinaridade consiste na integração das disciplinas no nível de conceitos e métodos. É fundamental compreender que as disciplinas escolares resultam de seleções e recortes arbitrários, fala não está em confrontar disciplinas já constituídas –  das quais nenhumas consente em abandonar-se. Como afirma Perrenoud, para se trabalhar interdisciplinarmente não basta tomar um assunto e convovar em turno duas ou três disciplinas; precisa-se criar um novo objeto, que não pertença a ninguém. A interdisciplinaridade quer “horizontalizar a verticalização” para que a visão complexa também seja profunda; quer “ verticalizar a hotizontalização” para que a visão profunda seja também complexa. A interdisciplinaridade é a arte do aprofundamento com sentido de abrangência para dar conta, ao mesmo tempo, da particularidade e da complexidade do real. A iterdisciplinaridade não é a simples justaposição de conhecimentos de diferentes componentes curriculares.

Contextualização

É o desenvolvimento da ação pedagógica que implica estabelecer articulações e interações pertinetes e adequadas á contrução do conhecimento de cada uma das disciplinas particulares envolvidas no processo de ensino e aprendizagem. As aprendizagens ativas e significativas provocam a necessidade de contextualização, ou seja, a necessidade de se observarem as dfiferentes dimensões envolvidas no processo de aprendizagem no interior de um determinado contexto social, econômico, histórico, político e cultura. Desta forma, a contextualização se dá em tempo e espaço definidos e dentro de certos pressupostos do conhecimento científico.